Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

MENU
Logo
Quinta, 21 de outubro de 2021
Publicidade
Publicidade

Coluna

A dignidade devida a pessoa humana inclui a forma como ela é sepultada

Honra a memória

600
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Certa ocasião uma pessoa me confidenciou que quando ela morresse seus familiares não precisariam gastar dinheiro com sepultamento e túmulos. Que bastava lançar seu corpo inerte num monturo e tava bom. Sabemos que esse procedimento é inaceitável até pelo ponto de vista legal. Que dirá com respeito as questões sentimentais. 

Pois é. As pessoas um dia se vão. Todos estamos aqui apenas de passagem. Os que partem deixam muita saudade e fica a memória, as lembranças. Daí a cultura de se preparar túmulos. Numa época não muito distante as pessoas cercavam a sepultura com grades, faziam cruzes de madeira ou de ferro e colocavam flores. Flores são sempre bem-vindas.

Encomendar um belo túmulo de mármore ou granito é prática bem mais comum hoje. Apesar da crise ainda podemos perceber que as coisas estão bem mais acessíveis que nos anos 80 e 90. Túmulos caprichados são como memoriais. São um carinho, um afago, em memória àqueles que fizeram tanto bem em vida e deixaram sua marca. São uma forma de dizer: Nunca vou te esquecer. 

Vale à pena sim. Em respeito aos se foram.

Fale com a Marmoraria Cristal

Comentários: