Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

Quarta, 29 de junho de 2022
MENU

Policial

Vaqueiro Zé do Valério é condenado a mais de 30 anos de prisão

O julgamento aconteceu nesta quarta-feira (25), no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza.

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O vaqueiro Zé do Valério foi condenado a 30 anos, 1 mês e 15 dias de prisão em regime fechado por estuprar e matar a universitária Danielle de Oliveira Silva, em 2019, no município de Pedra Branca-CE.

O julgamento aconteceu nesta quarta-feira (25), no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. A sentença foi proferida três anos após os crimes serem cometidos.

De acordo com o Ministério Público do Ceará (MPCE), Zé do Valério trabalhou na fazenda da família da vítima como vaqueiro e amansador de animais.

O homem teria ameaçado a jovem com uma arma de fogo, exigindo beijos e abraços. Ao ouvir a recusa de Danielle, o homem arrastou-a para o matagal, onde a estuprou e em seguida a matou asfixiada.

O júri popular reconheceu quatro qualificadoras, dentre elas a de feminicídio. O julgamento teve início por volta das 10h e foi presidido pelo magistrado Victor Nunes Barroso. Por volta das 17h30 os debates foram encerrados e o júri se reuniu para votar. 

Durante leitura da sentença, o juiz destacou que "houve premeditação do crime para abordar a vítima. "Aproveitou-se da saída do pai da vítima para que ela estivesse sozinha em casa e agir" e que o réu possui desvio de conduta.  

A sessão aconteceu no 1º salão do Júri da Comarca de Fortaleza. Ao longo do julgamento, a defesa tentou afastar a ideia do estupro se valendo que a análise laboratorial não indicou diretamente vestígios de estupro, mas a acusação destacou a crueldade com a qual o crime foi cometido e questionou porquê a vítima foi encontrada nua. 

José Pereira da Costa foi condenado em 21 anos e 10 meses por homicídio, e 8 anos e 3 meses por estupro.

Fonte/Créditos: Jornal Jangadeiro/Diário do Nordeste

Créditos (Imagem de capa): Reprodução

Comentários:

Publicidade
Publicidade