Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

Quarta, 29 de junho de 2022
MENU

Política

Saiba os deputados do Piauí que irão para MDB e PSD após fusão cruzada

Os pré-candidatos a federais irão para o PSD e os estaduais migrarão para a sigla emedebista.

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O acordo de fusão cruzada firmado entre MDB e PSD no Piauí, será efetivado nesta segunda-feira (07), durante atos distintos das duas siglas. Será um festival de filiações onde, conforme acertado, todos os pré-candidatos a deputados federais do MDB migrarão para o PSD.

Em contrapartida, aqueles que buscarão vagas na Assembleia Legislativa do Piauí, deixarão o Partido Social Democrático, rumo a sigla emedebista. O GP1 elencou os principais líderes de cada agremiação que enfrentarão esse processo de transição.

Do MDB para o PSD

Os dois principais nomes do MDB, deputado federal Marcos Aurélio Sampaio e o atual diretor do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI), Castro Neto, vão assinar ficha de filiação ao PSD que já conta com o parlamentar federal Júlio César Lima, que vai para a reeleição.

Do PSD para o MDB

Já os pré-candidatos a deputados estaduais do PSD vão deixar a legenda com destino ao MDB. Estão na lista: o deputado Georgiano Neto, a secretária do Agro Negócio do Piauí (Seagro), Simone Pereira e o ex-vereador de Teresina, Tiago Vasconcelos.

Na nova casa partidária, o trio se juntará aos deputados João Mádison, Pablo Santos, Severo Eulálio, Zé Santana e Henrique Pires.

Além disso, no mesmo ato, novos líderes políticos de mandato vão assinar suas filiações ao PSD. O deputado federal Fábio Abreu, trocará o PL pela sigla pessedista.

Não aceitar nomes de mandato

Nas conversações para acertar a fusão cruzada, ficou acertado que o MDB não aceitaria a entrada de novos deputados. Isso porque, a estratégia é não prejudicar os parlamentares da ‘casa’ e nem aqueles que ingressarão. O objetivo é manter igualdade entre todos no processo escolha.

Fonte/Créditos: gp1

Comentários:

Publicidade
Publicidade