Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

Sexta, 21 de janeiro de 2022
MENU

Covid-19

Brasileiros declaram sentir medo com a retomada de lockdown na Holanda

A medida passa a valer neste sábado (13) para controlar o avanço da Covid-19

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Holanda entrou em lockdown neste sábado (13) para conter a Covid-19. De acordo com um casal de brasileiros que mora no país, as medidas restritivas, que durarão três semanas, já causam um pouco de medo sobre como será o futuro com relação à "liberdade" que os moradores do país já haviam conquistado, quando houve a queda nos casos da doença.

Casal brasileiro relata medo com o lockdown na Holanda (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

O publicitário Rick Garcia, que morava em Bertioga, no litoral de São Paulo, e a companheira e também publicitária Julia Alves de Lima relatam que, antes mesmo de o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, anunciar que o país entraria em lockdown, eles já temiam por isso.

O medo já existia, de acordo com o casal, porque o aumento dos casos de Covid-19 já tinha acarretado na volta de algumas medidas que antes haviam sido flexibilizadas, como o uso de máscara em locais fechados, distanciamento social e a necessidade de apresentar o 'CoronaCheck' para entrar em restaurantes e bares.

CoronaCheck é um aplicativo em que o morador consegue ter acesso a um QR Code, que pode ser obtido de três formas: com um resultado de teste negativo há menos de 72 horas, certificado de vacinação ou certificado de recuperação da Covid-19 há menos de seis meses.

"No geral, ninguém está muito feliz [com o lockdown], porque a vida já estava mais aberta. A Holanda estava com vida normal, basicamente. No verão, aqui, você via muitas festas, tinha apenas a restrição de horário nas baladas. Agora, meu trabalho já enviou um aviso retirando a obrigatoriedade de ir para o escritório, apesar de seguir aberto. Antes, tínhamos que ir três dias na semana. Os planos de academia também já estão mandando as regras que devemos seguir ", relata.

Segundo o publicitário, ainda há, também, o medo de que as medidas se tornem ainda mais restritivas novamente, ou que se estenda o lockdown. "Quando o Rutte deu a declaração, eles falaram que iria ser uma medida dura, rápida e pontual, para abaixar os casos. Mas dá um medo, porque, no começo da pandemia, também eram só 15 dias", destacou.

Fonte/Créditos: Meio Norte

Créditos (Imagem de capa): DW

Comentários:

Publicidade
Publicidade