Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

Domingo, 05 de dezembro de 2021
MENU

Piauí

Arimatéia terá que usar tornozeleira eletrônica em prisão domiciliar

O jornalista estava preso na Penitenciária Irmão Guido, em Teresina, há 40 dias de

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI) concedeu a prisão domiciliar para Arimatéia Azevedo, na manhã desta quarta-feira (24). O jornalista estava preso na Penitenciária Irmão Guido, em Teresina, há 40 dias. Na decisão, presidida pelo desembargador Joaquim Dias de Santana Filho, Arimatéia terá que usar tornozeleira eletrônica e não poderá exercer a profissão no Portal AZ e no Jornal O Dia, onde assina como colunista.

 

O pedido foi concedido à partir da alegação da defesa que o jornalista possui comorbidades atestadas pelos laudos médicos. No último dia 07 de outubro, Arimatéia foi preso pela segunda vez, acusado pelo crime extorsão contra o empresário Thiago Gomes Duarte, dono da Distribuidora de Medicamentos “Saúde e Vida”, e seu funcionário, Lamarque D Lavor Santana de Almeida Rocha. O empresário disse em seu depoimento na delegacia que o jornalista divulgou matérias “atacando a honra” de sua empresa.

Ministério Público denuncia Arimatéia Azevedo

O Ministério Público do Piauí, ofereceu a denúncia contra Arimatéia Azevedo pelo crime de extorsão, nesta quarta-feira (24.11). De acordo com a promotora de justiça, Gianny Vieira de Carvalho, há indícios suficientes do crime revelados durante a investigação. O caso foi encaminhado para juíza da 4º vara criminal de Teresina, Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho. A citação que foi endereçada para a penitenciária Irmão Guido deverá ser encaminhada para o seu endereço residencial em Teresina. A defesa terá o prazo de 10 dias para se manifestar.

Fonte/Créditos: pinpiaui.com.br

Créditos (Imagem de capa): pinpiaui.com.br

Comentários:

Publicidade
Publicidade