Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

MENU
Logo
Quinta, 21 de outubro de 2021
Publicidade
Publicidade

Piauí

Após 40 dias sem chuva, temporal cai em Teresina e causa vários estragos

De acordo com a meteorologista Sonia Feitosa, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, o forte calor conjugado com a umidade causou a chuva.

253
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Após passar mais de 40 dias sem registrar chuva, um temporal com forte ventania caiu em Teresina na tarde desta quarta-feira (15). O vento chegou a derrubar várias árvores sobre ruas e avenidas da cidade, segundo informou o Corpo de Bombeiros ao Cidadeverde.com.

Na avenida principal do Dirceu Arcoverde, na zona Sudeste, o teto de uma construção caiu em cima de um veículo que passava pelo local. (Foto acima).

De acordo com a meteorologista Sonia Feitosa, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, o forte calor conjugado com a umidade causou a chuva.

"O calor conjugado com a umidade do Norte do país, do estado do Maranhão,  favoreceu a convecção  e  como consequência a chuva", informou.

A previsão, segundo ela, era de rajadas de vento de até 20km/h, no entanto, chegaram a 45km/h. De acordo com o site Clima Tempo, a chuva também caiu em Floriano, Esperantina, Palmeirais e Batalha. "Em Teresina, de acordo com o Cemaden, o acumulado foi de 3 mm", disse o site.

Ainda de acordo com o Clima Tempo, a última chuva na capital ocorreu em 31 de junho, com 28,2 mm.

Para os próximos três dias a previsão é de mais chuva entre Teresina e o litoral. O Centro e o Sul do estado seguem sem chuva e umidade baixa.

O climatologista Werton Costa disse que, apesar do tempo seco, as chuvas nesse período podem acontecer.

"Nesse período ocorrem chuvas extemporâneas, que também são chamadas de chuvas de pré-estação. Elas são historicamente mais comuns do que se imagina. Mesmo nos meses secos nós temos uma certa carga de chuva. O que há de diferencial nessa chuva é que havia muita termodinâmica, ou seja, uma quantidade muito grande calor, uma entrada de umidade e a transformação desse calor e dessa umidade em temporal isolado, já que atingiu apenas algumas áreas da cidade", explica.

 

Fonte/Créditos: cidadeverde.com

Comentários: