Web Tv Castelo - Sua fonte de notícias na cidade

Domingo, 05 de dezembro de 2021
MENU

Coluna

Você se lembra?

Relembre a antiga Panificadora e Confeitaria Brasil em Campo Maior

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Você se lembra?

O padeiro (não necessariamente o que fabrica o pão) era muito conhecido nos idos dos anos 80, em Campo Maior, como aquele que passava todos os dias de manhã cedinho e à tardinha entregando os pães nos comércios dos bairros. O transporte era uma bicicleta, a chamada “trombeira”, com dois cestos de taboca (jacás) grandes, carregados de pães fresquinhos, que os vizinhos já aguardavam com ansiedade Tinham os pães massa grossa, bahia e massa fina. Eram os tempos da boa e velha quitanda do bairro. O quitandeiro era muito conhecido de todos, sobretudo das crianças, que gastavam todo troco que sobrava das compras em balas, bombons ou chicletes, expostos naqueles potes múltiplos que giravam e faziam a alegria dos pequenos. Bons tempos.

Amazon Prime Vídeo grátis por 30 dias. Assine agora!!

Naqueles dias, não haviam muitas panificadoras na cidade. Eram pouquíssimas (Lembro de duas: A Padaria Brasil e a Padaria do Vela Branca), daí a necessidade do entregador de pães em cada bairro.

Nesse pequeno texto, quero falar de uma em especial: A Panificadora e Confeitaria Brasil, que funcionava na Rua Cel. Eulálio Filho, no coração da nossa capital dos carnaubais. Lembram dela?

A Panificadora e Confeitaria Brasil, ou simplesmente Padaria Brasil, foi inaugurada no dia 04 de outubro de 1984. Segundo Evaldo Gama, filho do fundador, foi um grande acontecimento na cidade. Vamos falar sobre isso mais adiante. Mas antes, alguns detalhes sobre a família que era proprietária do negócio precisam ser destacados.

Vitrola Chrome Brown com Usb e Bluetooth, Bivolt. Oferta Amazon

Francisco Alves Sobrinho era de Sobral no Ceará, mas residiu em Teresina durante um tempo. Ali aprendeu o ofício de padeiro com o empresário Firmino da Silveira Soares, pai do ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho, proprietário da empresa Mapil, das famosas bolachas Mapil. Logo, o jovem Chico Alves montou seu próprio negócio na capital piauiense e, daí em diante, passou a olhar para Campo Maior com a intensão de expandir.

Chegando aqui se estabeleceu na rua Santo Antônio, com o seu primeiro estabelecimento, que se chamava Panificadora Princesa do Norte e funcionou em um dos antigos casarões que existiam ali. Por ser muito antigo, em uma ocasião, parte de uma parede desabou e chegou a atingir um dos filhos de Chico Alves, fato que causou um certo trauma, levando-o a buscar um novo local para o seu empreendimento. Aqui entra o conhecido sr. Antônio da Paz, proprietário do antigo Supermercado Paz, que funcionou onde hoje está a loja Pierot Atacado. Seu Antônio da Paz cedeu à família de Chico Alves um outro casarão, agora na Cel. Eulálio Filho, que na época era ainda uma rua mais periférica, sem muito movimento. Ali o empreendimento começou a crescer.

RETRO Pulse SUITCASE VITROLA 5W BT/AUX/USB – SP364 Oferta Amazon

Com o lucro que ia sendo obtido, Chico Alves começou a investir em um terreno ali mesmo na Cel. Eulálio Filho com a intenção de construir a sede de seu estabelecimento. Não demorou muito. Terreno comprado, construção iniciada, e logo estava pronto o prédio onde a Padaria Brasil iria funcionar por muitos anos, tornando-se conhecida em toda a região e abastecendo a maioria dos pequenos comércios, pela qualidade reconhecida de seus produtos. Este redator é um dos muitos campomaiorenses que experimentaram os pães e bolos da saudosa panificadora dos Alves. Inclusive, meus pais foram funcionários dela. Minha mãe, por exemplo, a dona Cosma, trabalhou vários anos atendendo em uma vitrine de pães e bolos no antigo Supermercado Paz.   

Voltemos a inauguração em 1984. Este foi um grande acontecimento na cidade. A Padaria Brasil se destacava entre os estabelecimentos locais na época. Para a inauguração, Evaldo Gama fez questão de chamar a TV Clube pra fazer a cobertura. Quem fez as honras foi o conhecido radialista Chico Silva e o evento foi veiculado em horário nobre na televisão piauiense. Waldeck Bona, nas dependência da panificadora, olhava para a esposa e dizia: “Nem parece que estamos em Campo Maior”, dada a estrutura, a qualidade dos produtos e o atendimento.

Fogão a Lenha Portátil 03 bocas fundido Oferta Amazon

O sr. Chico Alves era figura conhecida em Campo Maior, sendo membro da Maçonaria e um dos diretores do Comercial Atlético Clube.

A Padaria Brasil gerou emprego e renda para muitas famílias campomaiorenses durante muitos anos. Comerciantes das comunidades em redor vinham nos carros da feira e enchiam seus sacos de fibra de pães para revender nas suas comunidades.

Os filhos de Chico Alves ainda residem em Campo Maior, em sua maioria.   

 

Créditos (Imagem de capa): Arquivo da família

Comentários:

Publicidade
Publicidade